terça-feira

Ela: Hoje ele passou do meu lado e nossos ombros se encostaram por um milésimo de segundo. Aposto que ele nem notou. Deu para sentir o perfume dele. Aquele perfume que me conquista todas as manhãs… Ontem ele estava sentado no banco, quando eu passei com a minha amiga. Ele ficou olhando para ela. Ele até sorriu. Meus olhos se encheram de lágrimas, mas disfarcei com um sorriso. Sexta passada vi ele conversando com umas meninas oferecidas da minha escola. Corri para o banheiro e juro que fiquei vermelha de raiva. Porque elas conseguem falar com ele e eu não? Porque ele fica dando bola para elas?Será que um dia eu vou conseguir lhe dizer pelo menos “oi”? Melhor deixar como tá. Pra mim já basta ver ele sorrindo toda manhã… Mesmo que não seja pra mim.
Ele: Hoje eu a vi novamente. Esbarrei em seus ombros e respirei bem fundo pra guardar novamente seu precioso perfume. Provavelmente ela não percebeu, e essa era minha intenção. Ela passou em minha frente novamente, tive que desviar o olhar pra a garota ao lado dela, não poderia olhar pra ela, ficaria tonto e faria papel de otário, ela jamais iria querer um otário. Desviei o olhar rapidamente para ela, retornei a garota. Não pude evitar um sorriso. Acho que ela não percebeu. Tomara. Ela é tão linda. Olhei novamente para ela e lá estava ela, sorrindo. De quem será aquele sorriso tão lindo, que eu queria tanto chamar de meu? Espero que de ninguém, eu não suportaria. Tantas meninas falando comigo, tantas garotas dizendo me querer, e eu só quero uma. Mas ela é única e acho que é isso que faz dela tão distante de ser minha, não a mereço. Gostaria de ouvir sua voz, imagine sua voz me dizendo seu tão doce e suave “oi”, ah, não dá pra explicar. Mas eu fico feliz por vê-lá sempre sorrindo, mesmo não sendo meu aquele sorriso. Quão lindo sorriso. Ela é tão minha, e nem se quer sonha com isso. E lá vou eu, mais uma noite, dormir, sonhar e acordar pensando nela. Aquela que é tudo, mesmo eu não sendo nada.
{oisoubipolar & 20dezembro}

Nenhum comentário:

Postar um comentário